"Deus me respeita quando eu trabalho. Mas me ama quando eu canto."

sábado, junho 20, 2009

"Secreta", ótimo salário & remunerada por Nós.

O que mais precisará acontecer nesse “despaiz” para que o povo tome alguma atitude?

Fonte: Blog Josias de Souza

Salário do mordomo de Roseana é pago pelo Senado

Depois que José Sarney disse que a crise é do Senado e não dele, tudo ficou desobrigado de fazer sentido em Brasília.

Apenas os fatos ainda se animam a manter viva a conspiração contra o vale-tudo semântico inaugurado por Sarney.

Deve-se aos repórteres Rosa Costa e Rodrigo Rangel a descoberta do penúltimo grão de sujeira escondido sob o tapete metafórico do Senado.

A dupla informa que o contracheque do mordomo da casa que Roseana Sarney mantém em Brasília é pago pelo Senado.

Espécie de faz-tudo da filha do presidente do Senado, o mordomo ganha algo como R$ 12 mil por mês.

Chama-se Amaury de Jesus Machado. Atende pelo sugestivo apelido de “Secreta”. Nos últimos dez dias, esteve ao lado de Roseana em São Paulo.

A primogênita de Sarney deixou o Senado em abril. Renunciou para assumir o governo do Maranhão, que ganhou no tapetão do TSE.

Embora desvinculada do Senado, Roseana continuou servindo-se dos bons préstimos do mordomo “Secreta”.

Ouvida, a governadora maranhense declarou: "Ele é meu afilhado. Fui eu que o trouxe do Maranhão...”

“...Ele vai à casa quando preciso, uma duas ou três vezes por semana. É motorista noturno e é do Senado. E lá até ganha bem".

De fato, o “Secreta” não ganha mal. O diabo é que o dinheiro que pinga na conta dele sai do bolso do contribuinte.

O mordomo de Roseana tem um longo histórico de serviços prestados aos Sarney. Ganhou emprego no Senado nos anos 90.

Antes, trabalhou no Palácio da Alvorada, durante o mandarinato de Sarney. Foi requisitado para o gabinete de Roseana em 2003, quando ela virou senadora.

Deve-se a assinatura do ato que oficializou o deslocamento ao ex-diretor-geral Agaciel Maia. Além da remoção, “Secreta” ganhou gratificação.

O empresário maranhense Mauro Fecury, suplente de Roseana e velho amigo de Sarney, manteve “Secreta”, o pseudoassessor, em seu gabinete.

Sarney faz um enorme esforço para domar a crise. A cada nova revelação, porém, vai ganhando a aparência de um jóquei cego montando a mula-sem-cabeça.

No Senado dos dias que correm, o velho e doce hábito do empreguismo desfaz o monge.

Brasil pais de tolos

70% confirmados

4 comentários:

MOMENTOBRASILCOM.COM disse...

E ainda o pai, presidente do senado diz que a crise não é dele.
Ai! que saudade dos 'caras-pintadas.

Ana Maria Cordovil disse...

E que foram para as ruas por muito menos!

Humberto disse...

Se isso aqui fosse um país, essa gente já teria saído num camburão, algemado pra cadeia. Como parece que não passamos de um amontoado de gente (mansa),tanto o povo como as instituições que deveriam fiscalizar e tomar providências permanecem passivas como cordeiros.
Gostei de seu blog, um abraço.

Ana Maria Cordovil disse...

Humberto,
Eu que agradeço a visita e seu comentário tão pertinente! A demora na resposta se deve a um forçado afastamento.
Abraço!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails